domingo, 12 de fevereiro de 2012

Medos e devaneios do parto


 Blogagem coletiva: o nascimento do meu blog.


No episódio anterior, melhor dizendo, no  "post ", em meus agradecimentos, eu já cantei a pedra, ou seja, contei quem me induziu a criar meu blog. Na verdade, foi ele q  criou o blog para mim - meu esposo. E ainda fez uma homenagem linda, (aqui).
Eu q sou toda movida de/por paixões, sou apaixonada por escrever, penso, logo escrevo. Foi no comecinho do ano de 2010; ele me disse, pq vc não escreve, tipo para todo mundo ler? Eu  disse: -mas eu não tenho tempo, ele disse: -ah deixa lá, quando tiver um tempinho, vc vai, e escreve. Eu aceitei e confesso q não entedia nada de *blog, e quando digo nada, era nada mesmo. 
Surgiram todos os medos q nos  envolvem antes do parto, mas q por fim quando nasce, agente vê q é bem mais fácil do q se imaginava (rs). E ultimamente minha cabeça floresce em post, é como se fosse uma caixa, cheia de pensamentos, no meu caso,  pensamentos com asas de borboletas, q voam por aí, eita cabeça que não pára! 
Para postar sim, é um parto, quando criei o blog fiz um post, e acreditem , só depois de um ano, q consegui voltar a fazer outro texto. Mas isso agora é passado, pois, eu até perco algumas horinhas preciosas de sono, pensando em um texto, o Bruno me pergunta, perdeu o sono? digo, não; estou fazendo um post, ele fala, então escreve, pq se não, vc vai esquecer. Nesta hora eu já dormi, no dia seguinte, raramente lembro sequer o assunto, mas eu me empenho vai...(rs). E até onde eu sei depois q se vira mãe - dormir? Isso não te pertence mais!!!(rs).
Escrever é um momento único, (raro também, rs) diante isso,  acredito q o segredo está em ler, ler muito, mas coisas boas né? sei q muita gente sabe escrever, gosta do q faz, e é muito agradável quando lemos um texto bom. Eu acredito sim, q cada um dá o melhor de si, o q eu não gosto, embora respeite, são aqueles textos imensos, q nos prende até o final, a espera de algo q então nos surpreenda, e quando chegamos lá na ultima linha, vemos, q perdemos tempo. Tempo? sim, por não conseguir esquecer tamanho disparate q nos propusemos a absorver.
E lá vamos nós, volto a repetir q o legal da blogosfera, é isso cada um faz do seu jeito - pausa- pq tem gente por aqui, usando com grande frequência, as teclas ctrl C/ctrl V, "copiar and colar", frases prontas, q cabem apenas a nós, a nossa vida, tenho visto muito, esta insensatez  aqui no meu pedacinho. Agora  copiam até meu mundo virtual! Aonde isso vai parar? esse assunto q por sua vez, renderia uma novela, ou um seriado (rs), mas deixa pra lá.
Neste meu balaio de gato, neste mundo mágico, de borboletas de todas as cores, nossa vida corre intensamente, e de pedacinho em pedacinho, eu vou contando minha história, e admito, eu não sei escrever, not, embora goste muito, eu também escrevo lá minhas bobeiras, o q faço é dar-lhes uma  amostrinha grátis da minha vida, (pequena) e um tostão de minha corujice crônica, (pouquinho). Isso em doses homeopáticas, poupando-as de tanto Mel. É amor demasiado  (rs).
Às vezes  vejo meus dias, como o tão "famoso comercial de margarina", e embora a maioria das pessoas dizem q não exista, eu provo q existe, pq eu sou muito feliz. Tenho motivo de sobra para isso, poderia listá-los todos aqui, mas vou falar só o maior, Deus, eu o tenho na minha vida, (senas do próximo capítulo), este é assunto do próximo post.
Então foi assim q nasceu meu bebê, ou seja, meu *blog, ele é tão lindo, fofo, querido, (rs).


Novelas, seriados e comerciais de lado, vale então, os devidos agradecimentos, finais ao "meu esposo", ele q me impulsionou a ilustrar minha vida, com minhas palavas.
Amor eu o amo, e como o amo! Eu o amo pelo simples fato, de vc existir na minha vida. E por todo o resto também...(rs).
                                              com carinho: Meiry


4 comentários:

Mamãe pela 2ª vez disse...

Oi Meiry, olha ter o dom de escrever não é pra qualquer um viu, e copiar a colar vc vai ver sempre, teve gente até com fotos roubadas.
Mas fazer o que, por aqui, pra sair um texto bonito tem que suar a camisa e olhe la antes escrevia da Lívia do Ubiratan de coisas da vida, hoje estou mais preguiçosa com o blog, apesar de não ter tempo, não tenho idéias mesmo kkk só penso em festa rs, mas graças a Deus que tenho um monte de festinhas para fazer estou amando.
Mas não demore a escrever, com os textos bons que vc tem poderia escrever mais sobre assuntos diversos, é gostoso ler um bom testo.
bjus

***tatiana*** disse...

Oi mery a pouco dias conheço seu blog é des do primeiro dia ja gostei devido as suas palavras e como ja disse dos capitos da biblia que coloca no poster.
que vc possa aparecer mas vezes para falar nele e ja to super anciso por este poste do todod poderoso DEUS.
tambem sou evangelica.
meu email é:tata_jhonvictor@hotmail.com

Alessandra Santos. disse...

Olá! Tudo bem?
Desde já gostaria de agradecer pela visita e comentário no meu blog. Obrigada mesmo!
Já estou por aqui também (detalhe... seu sua fotinha não está em meus seguidores, tenta de novo). Parabéns pelo blog, prometo vir aqui com mais calma e me deliciar de suas doces postagens. Um beijo e até breve.

Rose disse...

Mas ta cheia de dons heim...kkkk
Sou suspeita mas admiro e amo tudo que vc faz, vamos a listinha:
canta que é um espetáculo
pra organizar uma festa não tem pra ninguém
decoração de festa é seu nome do meio
como mãe duvido existir igual
pra escrever então....(já estão até plagiando) kkkk
etc...etc...etc...
essa é minha irmã
bjinhus

Postar um comentário

Sua visita alegra meu dia♥